casas franklin historia 3
Infantil
Mais Detalhes
Peso do Produto: Peso final

É justamente nesses momentos que o papel de parede surge como uma excelente alternativa para mudar a casa com economia, deixando-a na moda com variedades de modelos que cabem no bolso.

Quer saber como usar esse material? Então, acompanhe o post com orientações para a escolha do melhor modelo e dicas de temas para diferentes ambientes!

O que considerar antes de usar papel de parede na decoração?

A escolha de um material decorativo sempre leva em conta as características do ambiente e os objetivos do usuário. Para ajudar você nesse processo, listamos 5 fatores importantes:

Uso do ambiente

Áreas molhadas — como cozinhas, lavanderias e banheiros — devem ser revestidas com papel de parede vinílico. Fabricado em PVC, esse modelo é resistente à luz e à umidade e garante facilidade na lavagem do material.

As demais áreas da casa, como quartos, salas, corredores e escritórios, podem ser revestidas com o papel de parede tradicional ou tipo TNT. A diferença é que o TNT parece um tecido e demanda uma higienização com detergente.

Paleta de cores

Todo ambiente tem uma paleta de cores de base — e é importante respeitá-la durante a escolha do papel de parede. Uma sala com predominância de tons quentes, por exemplo, pode ficar com aspecto pesado se receber papel de parede com muitos detalhes em verde ou azul.

Para evitar a poluição visual, experimente selecionar estampas que tenham cores semelhantes às da paleta existente no cômodo. Assim, você consegue manter a harmonia e combinar diferentes materiais sem medo.

Estilo de decoração

Além das cores, outro fator a ser considerado é o estilo do ambiente que receberá o papel de parede. Afinal, não adianta inserir estampas e desenhos modernos em um local que só tem elementos clássicos. Para não errar, pense no visual que pretende obter com o novo material. Além disso, converse com os outros moradores antes de definir um modelo de papel de parede ideal.

Enquanto um quarto de casal decorado com tema romântico pede estampa floral ou detalhes mais delicados, um home office ou um estúdio doméstico podem muito bem receber papel com detalhes coloridos ou com figuras abstratas. 

Acabamento da parede

Nem todas as paredes recebem o mesmo tipo de acabamento e, por isso, elas tendem a apresentar resultados distintos quando revestidas com o papel de parede.

Paredes com acabamento em gesso áspero, por exemplo, não oferecem a superfície adequada para a colagem do papel. Nesse caso, é necessário aplicar uma camada de gesso liso ou drywall na superfície a ser trabalhada.

Independentemente do acabamento, toda parede deve estar devidamente preparada para receber o papel. Antes da instalação, é preciso corrigir possíveis irregularidades, buracos ou problemas com infiltração, para garantir a boa aderência do material.

Sensação que deseja transmitir 

Por se tratar de um material decorativo para grandes superfícies, o papel de parede tem o poder de transmitir diferentes sensações. Cabe a você definir que tipo de percepção deseja criar no ambiente antes de fazer a escolha. Veja algumas opções:

  • amplitude visual: papel de parede de tons claros e com estampas discretas dá a impressão de que o espaço é maior e mais iluminado. O efeito contrário pode ser obtido com o uso de papel com cores escuras;
  • sobriedade: locais de estudo ou trabalho podem ser revestidos com papel de parede branco, cinza ou até amarelo, que ajuda na concentração;
  • tranquilidade: tons pastel, como lilás, azul-turquesa e verde-água acalmam e são ideais para quartos de bebês e de idosos;
  • conforto: papel de parede com cores quentes e estampas de linhas sinuosas deixam o ambiente mais acolhedor e aconchegante.

Quais as opções de papel de parede?

Existem milhares de opções de papel de parede no mercado, para todos os gostos e tipos de ambiente. Neste tópico, listamos alguns dos modelos mais procurados, para que você inclua novidades na decoração da casa:

Papel de parede 3D

Uma das grandes tendências é o papel de parede 3D. O modelo cria ilusões com seus desenhos e grafismos, graças aos formatos variados e figuras em alto-relevo que dão um aspecto moderno e diferenciado a qualquer casa.

Esse tipo de papel pode ser aplicado em diferentes cômodos, como a sala de estar ou a cozinha e, devido à sua versatilidade, combina com móveis e itens decorativos sem grandes dificuldades. Contudo, o ideal é usá-lo em apenas uma parede, seja para aumentar visualmente o espaço do ambiente ou para disfarçar imperfeições.

Simulação de outros revestimentos

Repaginar o lar é uma tarefa que exige tempo, orçamento e dedicação. Por isso, muitas pessoas não têm certeza se querem investir em um revestimento específico para determinado cômodo. Afinal, o retorno nem sempre é o desejado.

Em caso de dúvidas, uma boa alternativa é usar o papel de parede que simula outros revestimentos. Existem modelos que imitam madeira, tijolo aparente, azulejos, cimento queimado, pedras naturais e até texturas, como o grafiato.

Tema infantil

Uma das principais finalidades do papel de parede é revestir cômodos infantis, deixando-os personalizados e criando um espaço que a criança goste e se identifique. Nesse caso, vale explorar as opções ao lado dos pequenos, para levar a opinião deles em conta.

Não faltam modelos temáticos com personagens de filmes, desenhos, animações, quadrinhos e livros. Outra possibilidade é investir nas versões em tons pastel que trazem ilustrações de animais ou de brinquedos, caso a criança seja mais aficionada por uma dessas opções.

Composição étnica

Para quem gosta de ambientes minimalistas e quer dar um toque de cor ao local usando espaços verticais, os papéis de parede com temas étnicos são perfeitos.

Esses modelos são diferenciados e mesclam tonalidades e padrões — com estampas, linhas e quadros — para agregar valor e estilo à sua casa. Como resultado, você tem cômodos modernos, alegres, dinâmicos e ousados, que agradam e inspiram visualmente.

Inspiração retrô

Outra opção que ganha cada vez mais adeptos é o papel de parede com estampas e listras geométricas. Ele pode ser usado em salas, quartos e cozinhas para dar um ar retrô — e fica ótimo quando combinado com móveis e objetos de estilo vintage.

Uma dica importante é ter cuidado com a escolha das cores para o papel. Tonalidades fortes em paralelo com figuras e traços geométricos, por exemplo, podem sobrecarregar os espaços. Por isso, dê preferência a tons pastel ou aposte nas cartelas neutras, com cinza, preto e branco.

Como você acabou de ler, não faltam possibilidades para renovar o lar e deixá-lo ainda mais bonito e aconchegante. Por isso, inspire-se com essas dicas de aplicação de papel de parede na decoração!

Aproveite para conferir mais um de nossos posts e aprenda a mudar a decoração do quarto sem gastar muito!

  • Todos
  • Infantil
  • Default
  • Title
  • Date
  • Random
veja mais hold SHIFT key to load all load all

Nosso Blog

  • Default
  • Title
  • Date
  • Random
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7